01ª

Eu sei de cor

Marilia Mendonça

02ª

De zero a Dez

Ivete e Luan

03ª

Chegaste

Roberto Carlos e Jennifer Lopez

04ª

Cadeira de Aço

Ze neto e Cristiano

05ª

Dependente

Sorriso Maroto

06ª

Vou voando

Jorge e Matheus

07ª

Um dia pra não esquecer

Jota Quest

08ª

Love me like you do

Ellie Goulding

09ª

Curtição

Ze Felipe

10ª

Dia, lugar e hora

Luan Santana

online 18

Notícias

domingo, 26 de maio de 2013

Ministério dos Transportes lança campanha para reduzir acidentes nas estradas no próximo feriado

José Romildo

Começa a ser veiculada hoje (25) em todo o país a campanha publicitária do Ministério dos Transportes denominada “Prevenção de acidentes nas rodovias”, para sensibilizar os motoristas que vão viajar nas estradas no feriado de Corpus Christi, na próxima quinta-feira (30). O objetivo é mobilizar a sociedade sobre a necessidade da mudança de comportamento nas rodovias brasileiras como forma de prevenir acidentes causados por imprudência dos condutores.

A ação começa hoje com spots nas principais emissoras de rádio e com banners em mídias sociais e portais na internet. Amanhã (26), a campanha estará no horário nobre das emissoras de televisão aberta, em filme com o slogan Imprudência não é acidente. É crime. Contra a vida de quem foi. Contra a vida de quem fica”. A veiculação, que também estará na tevê paga, será realizada até o dia 31. Placas de estrada também serão afixadas em 23 pontos das rodovias de 11 estados .

De acordo com o Ministério dos Transportes, diagnósticos da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e estudos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostram que todos os dias pelo menos 55 pessoas morrem nas ruas, avenidas e estradas brasileiras. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), cerca de 20 mil mortes por ano são ocasionadas por acidentes de trânsito no país.

Na avaliação da PRF, campanhas publicitárias de esclarecimento do governo federal sobre o perigo de acidentes nas estradas ajudam na redução de acidentes. No carnaval deste ano, houve queda de 18% no número de mortes, de 19% no total de feridos e de 10% no número de ocorrências, em relação ao mesmo período de 2012.

fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/ Visualizar Impressão

ENQUETE