01ª

Eu sei de cor

Marilia Mendonça

02ª

De zero a Dez

Ivete e Luan

03ª

Chegaste

Roberto Carlos e Jennifer Lopez

04ª

Cadeira de Aço

Ze neto e Cristiano

05ª

Dependente

Sorriso Maroto

06ª

Vou voando

Jorge e Matheus

07ª

Um dia pra não esquecer

Jota Quest

08ª

Love me like you do

Ellie Goulding

09ª

Curtição

Ze Felipe

10ª

Dia, lugar e hora

Luan Santana

online 12

Notícias

terça-feira, 4 de junho de 2013

Merecida homenagem

Em 6 de março último, Chorão foi encontrado morto na capital paulista, vítima de uma overdose de cocaína. A notícia pegou a todos de surpresa, inclusive os músicos que acompanhavam o cantor. Afinal, o Charlie Brown Jr. estava prestes a lançar um novo CD e cair na estrada para mais uma turnê – e esses planos tiveram que ser interrompidos com a tragédia. A princípio, Champignon (baixo), Marcão (guitarra), Thiago (guitarra) e Graveto (bateria) ficaram desnorteados com a notícia. “Fomos surpreendidos. Sabíamos que o Chorão andava triste. Ele tinha se mudado para São Paulo e estava morando em um apartamento sem telefone. Só tínhamos contato com ele nos shows e no estúdio. Mas nesses momentos, a relação era agradável. E, apesar de saber dos problemas dele com a esposa, pensávamos que fosse superar essa tristeza, como já acontecera outras vezes. Pena que, dessa vez, o Chorão perdeu o controle da situação”, lamenta Thiago Castanho.

Mas com o passar dos dias e após analisar as mensagens positivas transmitidas pelos fãs, mídia e classe artística, os músicos perceberam que era preciso dar continuidade ao legado da banda. A primeira atitude tomada nesse sentido foi finalizar a gravação do próximo disco do CBJr, “La Familia 013″, que será lançado em julho, com produção de Tadeu Patolla. “Esse projeto estava 30% pronto. As letras tinham sido todas escritas e boa parte dos vocais, gravados. Em algumas faixas, teremos que usar voz guia mesmo. Mas o importante é que conseguiremos colocar esse registro na rua”, define Samantha 

Jesus
, empresária da banda.

 

Para divulgar o projeto, os músicos realizarão shows pelo Brasil em uma turnê intitulada Chorão eterno. Champignon deixou o baixo de lado (que agora fica a cargo de Lena) e assumirá os vocais. Porém, os músicos decidiram batizar o grupo de A Banca. Segundo eles, houve um consenso de que a marca Charlie Brown Jr. só deveria existir com a presença de Chorão à frente da banda. “Ele era a cara do CBJr. Por isso, resolvemos adotar essa expressão popular para batizar o grupo. Ela era muito usada para designar nossa amizade e foi inclusive título de uma música da banda, que saiu no disco “Nadando Com Os Tubarões (2000)”, explica Thiago.

A Banca continua sendo empresariada por Samantha Jesus.  ”Apesar dos transtornos, o lado bom da história é que muitos contratantes que tinham comprado datas do CBJr gostaram desse novo projeto, a ponto de agendar apresentações com A Banca”, conta a empresária.

Durante o ano de 2013, a turnê vai rodar o Brasil, com shows que terão como diferencial a presença de convidados especiais em diversas ocasiões.  Gente como Di Ferrero (Nx Zero), Digão (Raimundos), Dinho Ouro Preto (Capital Inicial), Alexandre Carlo (Natiruts) e Falcão (O Rappa) já confirmaram presença em algumas datas. “Também convidamos o Pelado (baterista original da banda) para tocar com a gente. Estamos apenas aguardando a confirmação dele”, adianta Thiago. Esses e outros convidados também estão pré-escalados para a gravação de um DVD. Trata-se de um tributo ao vocalista Chorão, com previsão de lançamento para o fim do ano.

Em 2014, A Banca pretende abrir o leque,  apresentando também conteúdo novo e inédito. O primeiro disco com essa formação sai no início do ano que vem e já começou a ser pré-produzido. “Continuaremos a tocar músicas do CBJr nos shows futuros, até porque fomos nós que compusemos quase tudo que a banda gravou. Mas daremos espaço também a material inédito, mantendo a mesma linha sonora do Charlie Brown Jr, com mudanças e diferenças bem sutis”, explica Thiago.

fonte: Portal Sucesso Visualizar Impressão

ENQUETE