01ª

ACORDANDO O PRÉDIO

LUAN SANTANA

02ª

VIDINHA DE BALADA

HENRIQUE & JULIANO

03ª

CADEIRA DE AÇO

ZÉ NETO & CRISTIANO

04ª

SORTE QUE CÊ BEIJA BEM

MAIARA & MARAISA

05ª

ABRE O PORTÃO QUE EU CHEGUEI

GUSTTAVO LIMA

06ª

AMANTE NÃO TEM LAR

MARÍLIA MENDONÇA

07ª

LOKA

SIMONE & SIMARIA Part. ANITTA

08ª

REGIME FECHADO

SIMONE & SIMARIA

09ª

AR CONDICIONADO NO 15

WESLEY SAFADÃO

10ª

EU ERA

MARCOS & BELUTTI

online 17

Notícias

sábado, 21 de dezembro de 2013

RO é considerado hiperendêmico para hanseníase, diz Secretaria de Saúde

Fernanda Bonilha

De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde de Rondônia (Sesau), o estado apresenta uma média de 50 pessoas com hanseníase para cada 100 mil habitantes, sendo considerado um estado hiperendêmico para a doença. Em 2011 foram registrados 852 novos caso e 814 em 2012. Isso se dá, de acordo com a secretaria, devido ao diagnóstico tardio da doença. Um projeto realizado em parceria com uma Organização Não Governamental europeia visa estudar e facilitar o tratamento da doença no estado.

Segundo a coordenadora de hanseníase da Sesau, Marlene Salete dos Santos, em Rondônia as pessoas ainda tem muitas dificuldades de acesso à saúde e ao atendimento. “Com isso, muitas pessoas fazem o diagnóstico tardio e transmitem a doença para outras pessoas. As pessoas com menos condições financeiras têm menos acesso a saúde”, revela a coordenadora.

A fim de capacitar profissionais de saúde para coletar dados referentes à doença na região, foi realizada em Cacoal (RO) a I Oficina de Investigação em Sistemas de Saúde e Pesquisa Operacional, com a participação de profissionais da saúde de Cacoal e Rolim de Moura. O projeto visa, ainda, criar ações para tratamento da doença na região.

fonte: Do G1 RO Visualizar Impressão

ENQUETE